BLOG TIMEPIX INTERACTIVE

Social media storytelling: veja como ter mais engajamento com inovação

por Timepix

Social Media

dezembro 2018 post image
Você sabia que o social media storytelling pode servir como uma ótima forma de engajar e persuadir o seu público? Muitos gestores não dão a importância que deveriam para uma boa história.

E de fato, isso não era tão importante há alguns anos. No entanto, as coisas estão diferentes hoje. E o que isso significa? Bom, se você observou o comportamento das pessoas da geração Z, deve ter reparado em como elas passam tempo nas redes sociais: um hábito transferido para as gerações anteriores.

Esse é o cenário ideal para o storytelling. E qual é a relação entre contar histórias e redes sociais? Você vai ter que ler o texto para descobrir.
 

O que é storytelling?

O storytelling nada mais é do que o aprimoramento da arte de contar histórias e provocar emoções nas pessoas. Simples assim. Muita gente se pergunta se isso pode ser aprendido. Estamos convencidos de que a resposta para essa pergunta é sim, e vamos explicar o porquê.

Você já ouviu falar na jornada do herói? Se não, de maneira resumida: é uma forma de reconhecer e explorar padrões de histórias e mitos antigos em produções culturais contemporâneas. Pareceu confuso? Calma, explicaremos melhor.

Na década de 1940, um estudioso chamado Joseph Campbell reparou que as histórias da mitologia antiga tinham padrões específicos que provocavam reações emocionais nas pessoas. Em 1977, um jovem cineasta decidiu explorar isso em uma produção cinematográfica, controversa no início.

O cineasta era o George Lucas e a produção foi a saga milionária Star Wars. A partir desse momento, as pessoas notaram que é possível lucrar com histórias. E não é só isso: também se deram conta de que o mercado das histórias e o marketing tem tudo a ver. Você vai entender isso a seguir.
​Para que serve o storytelling?
“Ok, sei que contar histórias pode dar dinheiro, mas como isso pode ser vantajoso para a minha empresa?”. Se você abrir o dicionário agora e pesquisar pela definição da palavra “vender”, provavelmente vai se deparar com termos como “negociar” e, em alguns casos, “persuadir”.

E o que é a persuasão? Diferente do que muitos dizem, não é sobre convencer alguém a fazer algo: e sim, sobre encontrar recursos para se comunicar com mais eficácia. Além disso, a persuasão real envolve empatia. Parece clichê, mas não é. A melhor maneira de vender um produto é conhecendo profundamente os problemas do cliente.

Agora, digamos que você conheça o problema e saiba que o produto da sua empresa o soluciona. Qual é a maneira mais rica de comunicar isso? A resposta costuma ser “contando uma história”.
 

Como usar o storytelling nas redes sociais?

Aqui, finalmente explicaremos qual é a relação entre o storytelling e as redes sociais. Mas antes, é preciso que você saiba o significado de uma outra palavra: “buzz”. E não, nós não estamos falando sobre o personagem do Toy Story.

Se essa palavra não é familiar para você, talvez a conheça por outro nome: “marketing boca a boca”. Sabe quando algum post consegue milhares de compartilhamentos nas redes sociais? Boa parte das vezes, isso é resultado de um buzz bem-feito.

As redes sociais são o melhor cenário para esse tipo de marketing. E qual a razão disso? Pense da seguinte maneira: atualmente, as mídias digitais são uma das formas mais poderosas de acessar informações de forma rápida. E o melhor disso tudo é o fato de se inserirem no cotidiano das pessoas.

Mas afinal, como usar o storytelling nas redes sociais? Você vai descobrir a seguir:
 
​Case study
Um case study (estudo de caso) acontece quando você elucida a resolução do problema da sua persona por meio da história de sucesso de algum cliente com o uso do seu produto. Assim, você gera identificação, autoridade e engajamento.
 
Conteúdos audiovisuais
Esse é um dos tipos de conteúdo mais ricos para explorar o conceito de storytelling nas redes sociais. Afinal, estamos acostumados a acompanhar histórias sendo contadas em filmes e séries, o que nos torna muito mais suscetíveis aos picos emocionais desse tipo de material.
 
Sequência de imagens
​As redes sociais estão cada vez mais valorizando o uso de imagens para compor suas publicações. No Instagram, por exemplo, é comum ver o uso de storytelling predominantemente visual.
 
Story posts
Por outro lado, o Facebook acostumou as pessoas ao acompanhamento de histórias escritas. Elas são denominados “story posts” e costumam ter a forma de depoimentos e notícias.
 
Brand storytelling
A sua marca também tem uma história, certo? Provavelmente passou por tropeços e sucessos, erros e acertos. Compartilhá-la é importantíssimo: além de inspirar novos empreendedores, os clientes vão saber exatamente em quem estão investindo, gerando uma relação de confiança.
 
Bastidores
Os bastidores da sua empresa aproximam o seu público dela. Essa é a realidade para boa parte das campanhas de marketing. Por incrível que pareça, registrar a irreverência daquele café que a sua equipe toma antes das reuniões pode ser importante.
 
Storytelling produzido pelo cliente
Os clientes também contam histórias. Se você produz campanhas que estimulam a interação do público, é provável que os clientes compartilhem a própria história com os produtos da sua empresa.
 
​“Fragmentos” de um dia
Se você já passou um tempo em redes como o Snapchat ou o Instagram, certamente reparou em como aqueles pequenos vídeos no modelo “stories” podem se tornar viciantes. Eles revelam pedaços curtos de um dia, “fragmentos” que, se usados a favor da sua empresa, podem aumentar ainda mais o engajamento.

O social media storytelling, como você viu, é um poderosíssimo recurso usado para enriquecer a forma como a empresa se comunica com o público. E não é por menos: afinal, você vai ter em mãos os mesmos princípios e padrões que são usados para compor os roteiros dos filmes de Hollywood.

Lembre-se de que não adianta ser um excelente comunicador e conhecer todas as nuances do storytelling se o seu produto não tiver qualidade. O valor e a competência da empresa devem estar em primeiro lugar.

E aí? Gostou do nosso texto sobre social media storytelling?

Receba novidades

Message enviada com sucesso!

Tpix entre em contato