BLOG TIMEPIX INTERACTIVE

4 ações para utilizar o orçamento de marketing de forma estratégica

por Timepix

Marketing digital

fevereiro 2019 post image
Uma das questões que mais rondam os gerentes de marketing é a otimização da verba destinada à comunicação. Utilizar o orçamento de marketing de forma efetiva é um grande desafio e, portanto, muitos profissionais se sentem perdidos nesse momento.
 
No post de hoje, vamos falar sobre as etapas que envolvem um bom gerenciamento de recursos e, ainda, como usar o investimento disponível para alcançar os melhores resultados. Acompanhe!
 

Como definir um orçamento de marketing?

Vale destacar que tudo começa no planejamento de marketing. Por isso, é muito importante realizar essa etapa com muita atenção e dedicação.
 
Primeiramente, a empresa precisa estipular quais objetivos pretende atingir, mas não apenas isso: é necessário estabelecer prazos e metas. Essas informações serão utilizadas para definir muitos pontos importantes das estratégias de comunicação — inclusive o orçamento disponível para o marketing.
 
A verba estabelecida para as ações de divulgação deve ser, antes de tudo, realista. Além disso, é preciso que seja condizente com o porte da companhia e o mercado em que está inserida.
 
Existem outros fatores que devem ser analisados, conheça alguns a seguir.
 
Contratações
As pessoas responsáveis por executar as tarefas relacionadas com o marketing fazem parte de uma equipe interna ou esse serviço será terceirizado? É importante avaliar o impacto que possíveis contratações terão em seu orçamento e como potencializar o retorno em relação a esse investimento.
 
On e off-line
Em seu planejamento de marketing, existem tarefas como eventos, ações em pontos de vendas ou impressão de materiais gráficos? Então, esteja preparado para os gastos com esses itens.
 
Do mesmo modo, é fundamental estipular o valor disponível para a realização de anúncios em mídias digitais. Os investimentos em ações online e off-line precisam ser devidamente definidos de acordo com cada mídia.
 
Ferramentas
Existem muitas ferramentas no mercado, como as relacionadas à gestão de projetos e ao agendamento de atividades. Para otimizar o tempo e facilitar o dia a dia, pode ser necessária a contratação de recursos do tipo.
 

Como usar os recursos disponíveis da melhor forma?

Com base nessas informações, vamos partir para os passos que antecedem a tomada de decisão mais temida pelos gerentes de marketing.
 
1. Definição de valores
Chegou a hora de definir o orçamento de marketing da empresa. Você já sabe quais decisões precisam ser tomadas até aqui (como metas, prazos e canais), então leve esses fatores em consideração e analise os seguintes pontos:
 
Avalie o histórico de investimento
Qual o valor disponível para ações de marketing no ano anterior? Como esse dinheiro foi utilizado? Quais resultados concretos foram avaliados?
 
O histórico de investimentos em comunicação é um bom parâmetro para definir a quantia a ser destinada ao setor. Veja todos os números com cautela e baseie-se nesses dados para estabelecer o orçamento.
 
Vale ressaltar que avaliar o histórico não significa que o valor investido será exatamente igual ao do período anterior. Essa informação é apenas uma estimativa.
 
Analise os dados
Como já foi falado, conhecer os dados de períodos anteriores é muito importante para definir as estratégias futuras. Mas essa atividade não diz respeito somente à empresa em que você atua.
 
Explicamos: existem muitos estudos de mercado relacionados a ações de marketing de companhias de diversos portes e segmentos. Essas informações podem ser muito importantes para guiar o investimento em comunicação.
 
Veículos especializados também costumam publicar dados interessantes. Portanto, fique de olho!
 
Faça cotações
Etapa importante do processo de definição do orçamento de marketing, a cotação é uma oportunidade de entender os gastos que envolvem a área de comunicação. Aproveite para conversar com fornecedores, pesquisar as melhores soluções e, claro, encontrar o melhor plano para a empresa.
 
2. Mensuração
A mensuração é uma das principais atividades do marketing, pois só é possível calcular a melhor rota se o caminho está sendo bem desbravado. Conhecer a fundo os resultados das ações praticadas é uma das premissas para um bom investimento. Por esse motivo, o cálculo do ROI (Retorno sobre o Investimento) é essencial.
 
A cada nova campanha, é possível fazer análises e, dessa forma, entender quais estratégias não apresentam um desempenho satisfatório e aquelas que podem ser potencializadas. Ao mensurar, você também tem a possibilidade de conhecer ainda mais o comportamento de consumo do público-alvo (como a sazonalidade).
 
3. Monitoramento
O monitoramento é uma tarefa parecida com a mensuração, mas analisa pontos diferentes. Ao monitorar, é possível encontrar informações preciosas, que auxiliarão no melhor direcionamento da verba disponível.
 
Monitorando o que as pessoas estão falando sobre a marca é possível entender se sua estratégia de branding está sendo bem executada. Com essa prática, também dá para identificar tendências de mercado e ter mais detalhes sobre a solução que o público-alvo está buscando.
 
Acompanhar uma rede social que acabou de surgir, por exemplo, pode mostrar se é necessário ter presença também naquela mídia.
 
4. Estratégias de canais
A tática de definição de canais é fundamental para a melhor alocação dos recursos. Conhecer o que cada canal pode oferecer de retorno é essencial. Mas, além dos estudos realizados no planejamento de marketing, essa etapa requer testes.
 
Analisar cada canal e realizar os famosos testes A/B para avaliar quais ações devem ser interrompidas e quais estão gerando retorno é um dos principais segredos da gestão de verba de comunicação.
 
Dentro da estratégia de canais, também há ações de remarketing entre as mídias, para impactar em outro canal alguém que já esteve em contato com a marca anteriormente. Essa tática é importante para o reconhecimento da empresa e a otimização do investimento.
 
Como gerenciar o orçamento?
Como você viu até agora, o gerenciamento do investimento em comunicação envolve diversas etapas. Mais do que isso, requer bastante atenção e acompanhamento. Muitos profissionais se esquecem de que, ao aumentar a verba de marketing, é preciso adaptar também as metas de vendas e até a estrutura de atendimento.
 
Os departamentos envolvidos no processo precisam ser informados quanto ao que está acontecendo e à projeção para o próximo período. Além disso, é fundamental que o planejamento seja revisto (e os planos, adaptados periodicamente). Afinal, ajustes são sempre necessários.
 
Agora que você entendeu como utilizar o orçamento de marketing de forma estratégica, deixe um comentário se ainda restarem dúvidas e conte para a gente como costuma enfrentar esse desafio em seu trabalho. Vamos gostar de conhecer sua experiência!

Receba novidades

Message enviada com sucesso!

Tpix entre em contato